Seguidores

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Teatro - "39 Graus" - Dan Stulbach - Teatro Frei Caneca

"Sou meio supersticioso", afirma Dan Stulbach, em cartaz em São Paulo com a peça "39 Degraus"


Marília Neves, iG São Paulo

Há seis anos, Dan Stulbach é visto na TV somente em séries da Globo. “Queridos Amigos”, “JK” e “Som & Fúria” foram algumas delas. E, em novembro, vem mais uma pela frente. O ator vai estrelar “Afinal, o Que Querem As Mulheres?”.

Mas foi em uma telenovela que fez um de seus trabalhos mais marcantes. Como o psicopata Marcos em “Mulheres Apaixonadas”, ele mostrou seu lado mais cruel, principalmente quando estava com sua raquete em punho. Prova de que este papel marcou sua carreira é que, em um dos momentos de sua peça “39 Degraus” [em cartaz no teatro Frei caneca, em São Paulo], só a pergunta “Quer uma raquete?”, feita por Henrique Stroeter, ator que dá vida a mais de uma dezena de personagens na peça, já arranca risos da plateia sem precisar de explicações.
Luciano Trevisan/Fotomídia

Dan Stulbach: grafada no espelho do camarim, a palavra que deseja sorte aos atores de teatro

No espetáculo, Dan vive um solitário sedutor, que é perseguido por dois mafiosos. Mas o ator acredita que no quesito “sedução” não tem nenhuma relação com seu personagem. “Sou um cara mais tranquilo, mais quieto. Não tenho tanta confiança como ele tem, não”, diz, enquanto se prepara para subir ao palco.

Dan recebeu a reportagem do iG/Babado em seu camarim, minutos antes de se apresentar ao lado de Danton Mello, Henrique – ou Napão, como é chamado pelos colegas de cena – e Fabiana Gugli. Antes do terceiro sinal, o ator tem um ritual. Veste a camiseta, a camisa, passa gel no cabelo e desenha o bigode. Este último passo, feito com lápis preto, não dura mais de 40 segundos. Depois disso, veste a calça do personagem, passa o texto, ajeita o microfone e, por fim, pede para Henrique encaixar suas abotoaduras. “Isso a gente repete desde o primeiro dia, sou meio supersticioso. Como deu certo, eu sempre levo para ele as abotoaduras”, explicou, antes das cortinas se abrirem.



Matéria Completa: http://babado.ig.com.br/noticias/2010/09/30/sou+meio+supersticioso+afirma+dan+stulbach+em+cartaz+em+sao+paulo+com+a+peca+39+degraus+9604506.html

Um comentário:

  1. A propósito, tive a oportunidade de assistir esta peça "39 graus" gostei demais, poderia assistir novamente e iria rir em todos os momentos. Realmente stigmatizou o personagem do Dan com referencia a "raquete", tanto que num momento da peça o ator Dalton Mello fez lembrar da raquete e todos da platéia riram e aplaudiram.

    Parabéns a todos do elenco.

    Carlos Aparecido pereira
    cpereira73@bol.com.br

    ResponderExcluir

Faça uma blogueira feliz, deixe teu comentário!!